O meu Ano da Fé: Vencendo meus desertos

Como é bom conhecer Jesus… Quanto mais o conhecemos mais nos entregamos a Ele e também mais nos conhecemos! É como se quanto mais vamos adentrando nos ensinamentos de Jesus mais vamos conhecendo o mais fundo do nosso coração…

Quantas vezes eu já não pensei em desistir diante ao inúmeros problemas e dificuldades que aparecem na minha vida e da minha família. Costumava brincar com minha esposa que a cada “leão” que deixávamos para trás, outros três novos surgiam!!!!

Mas estudando os versículos 12 e 13 do capítulo 1 do Evangelho de Marcos vejo como Jesus me ensina a não desanimar diante as dificuldades e tentações do mundo… Ele mesmo, depois de ser batizado e, guiado pelo Espírito Santo, assumiu a sua condição de homem e passou 40 dias no deserto e ainda no final sendo tentado por satanás.

O parágrafo 540 do Catecismo da Igreja nos diz: A tentação de Jesus manifesta a maneira que o Filho de Deus tem de ser Messias – o oposto da que lhe propõe Satanás e que os homens desejam atribuir-Lhe. É por isso que Cristo venceu o tentador por nós: “Pois não temos um sumo sacerdote incapaz de compadecer-se de nossas fraquezas, pois Ele mesmo foi provado em tudo como nós, com exceção do pecado” (Hb 4,15).

E é aí meus irmãos, que me deixa mais apaixonado por Jesus, é que Ele venceu esse desafio somente com sua condição humana… ” Jesus assume sua missão de nos salvar, e como homem, me mostra que, também guiado pelo Espírito Santo, também posso vencer meus “desertos”, minhas tentações, minhas lutas e batalhas!!!

Como podemos desistir diante das nossas dificuldades se nosso Salvador não desistiu da sua missão para me salvar? E o que são as minhas dificuldades diante do deserto que Jesus enfrentou???

Quantos de nós hoje não estão passando pelo “deserto” e nele sendo tentados diariamente… Desertos da depressão, das drogas, da bebida, da preguiça, do comodismo, de uma doença, do desemprego, de problemas no casamento, da solidão, e tantos outros desertos que vivemos… Mas uma coisa tenho certeza, nós podemos vencer cada um deles, pois Jesus viveu e venceu um deserto muito maior, Ele conhece nossas fraquezas e veem em nossa direção… Jesus caminha ao nosso lado em cada passo que damos para sair desse deserto.

Meus irmãos, temos que acreditar que, se estivermos junto de Jesus, seguindo seus passos e nos entregando totalmente a Ele, somos capazes de passarmos por tantos desertos que o mundo colocar diate de nós… Não podemos desistir e nem desanimar, pois tudo passa menos o amor de Deus por nós.

A cada deserto que vencemos vamos crescendo no amor de Deus e vamos nos tornando cada vez mais santos e firmes na Fé em Jesus Cristo!!!

Quando se é cristão não se para de lutar!!!!

Acredite, com Deus você é capaz!!!! Jesus viveu o que você vive e está do seu lado nesse exato momento!!!! Ele te ama!!!

 

Per Ipsum, et cum Ipso, et in Ipso!!

Marco Aurélio

 

 

VOU COM ASAS, COMO ÁGUIA, POIS CONFIO NO SENHOR!

 

“POSSO ATÉ CAIR OU VACILAR, MAS CONSIGO LEVANTAR,

POIS RECEBO DELE ASAS, E COMO ÁGUIA, ME PREPARO PARA VOAR.

EU POSSO IR MUITO ALÉM DE ONDE ESTOU, VOU NAS ASAS DO SENHOR,

O SEU AMOR É O QUE ME CONDUZ.

POSSO VOAR, E SUBIR SEM ME CANSAR,

IR PARA FRENTE SEM ME FATIGAR.

VOU COM ASAS, COMO ÁGUIA, POIS CONFIO NO SENHOR!”

 

Esta música, que o Padre Fábio de Melo cantou no seu programa Direção Espiritual de hoje, me tocou de uma maneira muito forte.

Nós, desde à nossa infância, somos movidos por desafios, por lutas pessoais, seja eslas de que tamanho for.

Na nossa infância lutamos para falar, para caminhar, para aprender… Já jovens lutamos para saber, para conhecer e entender, para encontrar nosso espaço, nosso caminho, nossos amores…

Já adultos, lutamos para viver bem, amar, sermos bons pais e boas mães, bons maridos e boas esposas…

Lutamos contra nossos vícios da bebida e das drogas, lutamos contra a pornografia e a prostituição, contra o mal que existe no mundo e em nós. Enfim, creio que estamos sempre lutando contra nossos limites.

Eu sei que hoje, mesmo agora, estou lutando contra o meu limite, mas esta noite eu fui inundado por uma enorme esperança, uma esperança em Jesus…

Não sei quais são os seus limites de hoje, onde você está parado, estacionado na sua vida sem conseguir avançar. Mas seja o que for, a grande certeza que lhe digo é que Jesus está agora dando asas a você e a mim, para que nós possamos prosseguir e ultrapassar nossas barreiras.

Maria aceitou as asas que Deus lhe deu e de uma simples menina se tornou a Mãe de Jesus. Pedro aceitou as asas que Jesus lhe deu e através dele Jesus fundou a sua Igreja. Paulo aceitou as suas asas e de um perseguidor passou a ser o maior anunciador de Jesus. Assim poderia continuar aqui a listar uma série de pessoas que foram muito além de onde imaginavam por terem aceitado as asas que Jesus lhes entregou, São Francisco de Assis, Dom Bosco, Santa Terezinha, Monsenhor Jonas Abib, etc.

Deus não nos criou para ficarmos no chão ciscando nossas misérias! Deus no criou para ir adiante, para voarmos alto, além de onde possamos enxergar.

Não importa a dor que esteja sentindo nesse momento… A dor de uma perda, a dor de uma queda, a dor de uma traição, a dor de um vício, a dor de uma luta constante. O que importa é entendermos que sozinhos não conseguiremos ultrapassá-los, vencê-los… Precisamos de Jesus para essa vitória, precisamos das asas que Jesus quer nos dar para alçarmos voos mais longos.

Meu querido irmão e minha querida irmã, aceite hoje as asas que Jesus lhe concede, tome a decisão de ir mais adiante, não perca a sua esperança e a sua alegria… Levante a cabeça, vista as suas asas, olhe bem para os olhos de Jesus e levante voo em busca do plano que Deus tem para você… Pode ter certeza que é muito maior do que você consegue imaginar.

Confie no Senhor, e como águia, voe em direção ao céu, Jesus o quer lá ao lado Dele!!!!

 

 

Per Ipsum, et cum Ipso, et in Ipso!!

Marco Aurélio

Jovem, reconheça a queda e levante a cabeça!

Quero lhe falar de uma história real… Trata-se da vida de um jovem que aos 25 anos de idade não tinha mais nenhuma perspectiva, não conseguia ver esperança, era só um vazio existencial.

Os dias iam passando e o desespero aumentava no coração por não avistar uma saída. A entrada para o mercado de trabalho lhe parecia muito difícil, sem faculdade e sem currículo, quem o contrataria e quanto ganharia? Pois quem ganha bem é quem tem um excelente currículo e uma boa formação acadêmica. Casar-se e formar família também era complexo, já que não conseguia dirigir a sua própria vida, então não conseguia mirar uma vida de fidelidade a uma única mulher, outro ponto se tornava mais distante ainda: ter filhos e dar-lhes educação moral e cristã.

Situações que resultavam numa conclusão: sem perspectiva profissional e sem perspectiva de ser bom esposo e bom pai. Além desses fatos, tinha jogado fora todas as oportunidades que estiveram em suas mãos, uma delas a carreira profissional de futebol de salão. O mais complicado para este jovem era achar que não tinha mais jeito de dar a volta por cima, não existia esperança em sair  do caos.

Não sei a sua idade, nem o que são as suas perdas. Só sei de uma coisa, em meio a uma situação de desesperança, é hora de tomar cuidado para não perder estes dois valores: a alegria e a esperança.

A letra da música diz: “reconhece a queda e não desanima, levanta sacode a poeira e da à volta por cima”. Jovem, é preciso reconhecer a queda, reconhecer a perda, reconhecer-se pequeno e não desanimar.

Consciente que para levantar e dar à volta por cima é preciso o auxílio de cima, do alto, do céu. Levante a cabeça, acredite, é possível começar um tempo novo! Levantar-se sem Deus é arriscado e levantar-se Com Deus é humildade.

A alegria do coração é a vida da pessoa, tesouro inesgotável de santidade, a alegria da pessoa prolonga-lhe a vida. Tem compreensão contigo mesmo e consola teu coração; afugenta para longe de ti a tristeza. A tristeza matou a muitos e não traz proveito algum.” (Eclo 30,23-25). Essa passagem bíblica nos apresenta um valor que deve ser cultivado, a alegria. Jovem, não deixe que nenhuma perda lhe roube a alegria. Somente essa perda deve nos questionar: “sem mim nada podeis fazer”, viver a vida sem Jesus, isso sim é perder a esperança de dias melhores.

Jesus é o seu amigo e está junto de você nestes momentos tão difíceis. Jesus é o único que não pode se fazer presente na sua lista de perdas. Eu vos chamo amigos” (Jo 15, 15).

O lindo desafio para este dia é virar a folha e começar a escrever um tempo novo. Coloque no inicio dessa folha “Jesus é meu amigo” e isso me basta para dar a volta por cima.

Este jovem hoje tem 43 anos de idade, casado há 15 anos e tem três filhos. Este jovem sou eu! Hoje sou “semeador de alegria e esperança” e aprendiz em descobrir valores em meio às perdas.  e nunca  me canso de repetir:  ”Com Deus Tem Jeito!

Cleto Coelho

Missionário Canção Nova

Blog: http://blog.cancaonova.com/temjeito/

 

O meu Ano da Fé: João Batista nos diz quem é Jesus

Continuando o meu aprofundamento em conhecer Jesus com o Evangelho de Marcos percebi como é lindo o modo como João Batista nos diz quem é Jesus.

João Batista, o ultimo dos profetas veio tinha como sua missão preparar o caminho de Jesus, anunciá-lo, preparar o povo para o início da grande obra de Jesus, a nossa salvação, não somente anunciou Jesus mas também nos apresentou Jesus, vendo também a promessa se cumprindo, pois ele mesmo encontra e batiza Jesus. João é a passagem do antigo testamento para o novo testamento, pois anuncia e apresenta Jesus ao povo.

E como é fascinante perceber o amor que João Batista tinha à sua missão, em como ele o realizou com tanta dedicação e entrega, pois a sua própria vida era um anúncio do Senhor, pois adotou a vida humilde, abraçando a pobreza, vivendo no deserto se alimentando de mel e gafanhotos – “João se vestia com uma pele de camelo, usava um cinto de couro e comia gafanhotos e mel silvestre.” (Mc 1,6) – , nos mostrando que aquele que anuncia o nosso Senhor tem que viver uma vida com coerência ao que anuncia, uma vida condizente com o que nosso Senhor Jesus Cristo veio nos ensinar.

E então, seguindo com o evangelho vemos ele nos diz quem é Jesus:

E pregava: Depois de mim, vai chegar alguém mais forte do que eu. E eu não sou digno sequer de me abaixar para desamarrar as suas sandálias. Eu batizei vocês com água, mas Ele batizará vocês com o Espírito Santo.

Alguém mais forte que João Batista e que nos batizará com o Espírito Santo!!!! Que linda promessa meus irmãos!!! Quando somos batizados pelo Espírito de Deus somos transformados, libertados do pecado, dos vícios.

Jesus é o nosso Salvador, o nosso Messias tão esperado, que veio para provocar uma grande transformação, provocar a nossa libertação e nos unir novamente à graça de Deus.

Todo o anúncio de João Batista é uma linda promessa de Deus para nós, afim de mantermos a nossa esperança focada na salvação nos dada através do grande amor de Jesus por nós.

Portanto, cabe a nós estarmos preparados, purificando-nos e mudando o nosso modo de ver a vida e de vivê-la, sempre com os olhos nos passos de Jesus.

Per Ipsum, et cum Ipso, et in Ipso!!

Marco Aurélio